Avenida do Café tem trecho interditado para obras de mobilidade em Ribeirão Preto

Via permanece fechada entre as ruas Jorge Lobato e Monte Alverne a partir desta quarta-feira (3) para implantação de corredor de ônibus.
Um novo trecho da Avenida do Café foi interditado a partir desta quarta-feira (3) para a construção de um corredor de ônibus, parte do plano de mobilidade urbana de Ribeirão Preto (SP).
Segundo a Transerp, empresa que gerencia o trânsito na cidade, o trecho entre as Ruas Dr. Jorge Lobato e Monte Alverne foi bloqueado para quem se desloca do Centro em direção ao bairro.
Os condutores que seguem com sentido à USP deverão virar à direita na Rua Aurora e à esquerda na Rua Conselheiro Dantas até chegar novamente à avenida.
A Transerp orienta que os motoristas estejam atentos e diminuam a velocidade para evitar acidentes. Uma equipe técnica estará no local para monitorar os serviços e o tráfego.
Corredor de ônibus
Segundo a administração, o corredor de ônibus da Avenida do Café terá 3,5 quilômetros, interligando a região do Parque Maurílio Biagi e do Terminal Rodoviário ao campus da USP.
O projeto orçado em R$ 14,8 milhões prevê faixas destinadas aos ônibus, além de uma ciclovia, que seguirá pela rotatória em frente à universidade.
Prometido desde 2013, o pacote de mobilidade urbana está em execução em diferentes regiões da cidade para remodelar a malha viária de Ribeirão Preto. O projeto estava previsto para ser concluído em agosto de 2020, mas o cronograma inicial não deve ser cumprido, segundo previsão da Prefeitura.
O calendário acabou revisto pelo prefeito Duarte Nogueira (PSDB), que anunciou um investimento adicional de R$ 190 milhões aos R$ 310 milhões provenientes do governo federal por intermédio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Fonte: G1