Médico canta para mulher internada com Covid-19 no Piauí horas antes do falecimento — Foto: Arquivo pessoal

O momento foi registrado por volta das 15h de sexta (11), no Hospital Regional de Corrente. Cerca de 12 horas depois, durante a madrugada, a paciente morreu.
Ao perceber que presenciava os últimos momentos de vida de uma mulher internada com Covid-19, o médico Matheus Rocha, de 24 anos, decidiu “tocar o coração” da paciente, como diz a letra da música, e cantou para confortá-la (assista ao vídeo acima). O momento foi registrado no Hospital de Corrente, nesta sexta-feira (11), por uma fisioterapeuta que acompanhava a cena. A mulher morreu horas depois, na madrugada de sábado (12).
No vídeo, o médico aparece sentando ao lado do leito da paciente e canta uma versão, em português, da música “Hallelujah”, de Leonard Cohen. A letra cantada pelo médico ficou famosa na voz da cantora Patrícia Souza.
Segundo Matheus, a paciente, uma mulher de pouco mais de 60 anos que não teve o nome divulgado, se emocionou durante a homenagem e tentou cantar junto com ele. O médico cantou mais algumas canções, até que a paciente adormeceu.
O momento aconteceu por volta das 15h de sexta (11). Cerca de 12 horas depois, durante a madrugada de sábado (12), a paciente faleceu. O médico disse ao G1 que a situação da paciente era crítica, e que a expectativa da equipe médica era de que ela não resistisse e falecesse nas horas seguintes.
“A psicóloga do hospital havia passado o dia inteiro com ela, porque ela tinha perdido um familiar dias antes. Então, ela estava muito abalada, chorosa, e a situação física dela estava deteriorando. Nossa expectativa era de que ela viesse a óbito nas próximas horas”, contou.
Cantar, segundo ele, foi “uma maneira que encontrei para me aproximar dela, naquele momento”. Ele completou: “Foi muito emocionante. Ela ficou com os olhos marejados, cantou junto, teve sua experiência com o Divino”.
Música como abraço

Médico canta para mulher internada com Covid-19 no PI; paciente faleceu horas depois — Foto: Arquivo pessoal

Por Andrê Nascimento, G1 PI